Views by Drake

image

VIEWS” é o quarto álbum de estúdio do canadense Drake, cujo lançamento ocorreu em 29 de abril 2016. “Calma aí, o Drake é canadense?”. Muita gente nem sabia desse fato antes do lançamento do álbum, que tinha como nome, num primeiro momento, “Views From The 6“.

O título do álbum precisa ser explicado para isso fazer sentido. Qual é o significado do “The 6“? É na verdade uma referência à sua cidade natal, Toronto (Ontario, Canadá), que ficou conhecida carinhosamente como “six“/”6“. Mais tarde, na véspera do lançamento, o nome do disco foi simplificado para Views.

image

Alto da CN Tower, símbolo de Toronto. Vídeo com ele “photoshopado” em cima da torre aqui.

Ele pode até não ter subido lá de verdade, mas euzinha subi REAL no andar mais alto da torre, numa experiência “radical demais” para muitos canadenses:

Foto 10-05-16 18 50 53

A torre pode ser vista de praticamente qualquer rua do centro da cidade.

Foto 10-05-16 18 44 27

Eu no alto da torre (sem photoshop) (mas presa por um cabo de aço).

Ainda quero fazer um post só sobre esse passeio… Aguardem!

Então, voltando ao álbum… Ele já conta com os singles “One Dance” e “Pop Style” (ambos com lançamento em 5 de abril de 2016), além da já famosa “Hotline Bling“, que conquistou o mundo com a dancinha do clip kkkk.

Foto 10-05-16 18 31 25

Aqui eu listei todas as menções à cidade que Drake fez no álbum (que eu consegui identificar):

Ruas Kennedy to Weston“: Kennedy Road é uma estrada na parte noroeste da cidade. “Weston Road Flows” é uma canção que fala sobre o passado de Drake lá, e é a que tem o maior número de referências à Toronto. Faz referência ao Vince Carter, que jogou no Toronto Raptorsao “TTC metro“, que é o sistema de transporte da cidade;  a casa noturna Fluid em Richmond Street West, agora já extinta…

Obs: A maneira que as pessoas usam para se localizar em Toronto pode parecer meio confuso de primeira, mas depois se revela bem simples. Lá ninguém fala “moro na rua Jane nº 1.683”, por exemplo. O endereço certinho não diz quase nada (a não ser que você já esteja na rua procurando apenas pela casa específica). O que dá a localização é a interseção entre duas ruas: a estrada Weston com a rua Jane. É assim que eles se acham 🙂

Still Here” fala dessa interseção, entre a rua Jane e a estrada Weston, na parte da cidade chamada North York (passei muito por lá de metrô <3). Essa interseção foi o endereço de uma das casas em que Drake morou durante a sua infância — o famoso “bottom” de onde o Drake começou (“started from the bottom now we here“, álbum Nothing Was The Same) hahaha!

The London On the Esplanade“, o nome do condomínio na área de St. Lawrence que cita na música “U With Me?”: parece que Drake tinha encontros “românticos” nesse edifício durante 1 mês. Ele até revela o número do quarto, 4.301… Com quem será???

Rappers de Toronto: Hassan Ali na música Grammys é um rapper de 17 anos somali-canadense que atende pelo nome de rap Top 5, ou  pelo apelido “Shirt Off Shawty” (pois sempre é visto sem camisa). Ambos os nomes são mencionados por Drake. Quando conta como obteve mais exposição na cenário do rap de Toronto no final dos anos 2000, Drake também citou “JD” e “Jason”, rapper JD Era e Jason Harrow, ou rapper Kardinal Offishall.

6“: Esse “apelido” não para de aparecer. Na música “9”, ele até faz uma brincadeira e diz que “I turn the 6 upside down, it’s a 9 now” (“Eu viro a 6 de cabeça para baixo, é um 9 agora”). E também “Running through the 6, thumbing through the contracts” (“correndo pela 6, folheando os contratos”).
Essa letra “running through the six” se repete na nova música Views, mas já estava na Know Yourself de álbum anterior: “I was running through the six with my woes” (adoro adoro adoro, e já coloquei como legenda de foto lá kkkkk).
Além dessas, ele ainda fala “6 cold like Alaska” (“6 fria como Alaska”), se referindo a Toronto no inverno, como vamos ver a seguir!

Foto 10-05-16 08 38 16

Essas fotos foram as do booklet digital de VIEWS:

Foto 10-05-16 08 46 46

Vídeo do helicóptero aqui.

Foto 10-05-16 08 47 12

Na frente de Langdon Hall com seu cão, Diamond, e um Rolls Royce cheinho de neve…

É gente, Toronto faz um frio danado no inverno… As temperaturas lá chegam a -15ºC! Nesse ano de 2016, inclusive, a neve não queria ir embora nem depois da Primavera já ter entrado… Ô lugarzinho frio!

Foto 10-05-16 08 40 31

Em uma sacada do Templar Hotel, na esquina da Spadina Avenue com a Adelaide Street West.

Quando eu andei por essas ruas, passei por uma placa no poste e fiz um snap dela. É simples, mas é fofo 🙂

IMG_4513

“Bem-vindo (a) a Toronto. Nós estivemos esperando você.” (Foto minha)

Foto 10-05-16 08 47 04

Vídeo aqui.

É claro que esse álbum deu visibilidade para a cidade, disso ninguém pode discordar. Mesmo assim, alguns canadenses amaram e outros odiaram. Acredite, há os que dizem que Toronto está sendo mal retratada. Primeira reclamação: Weston Road não pode ser vista da CN Tower, mas Drake colocou na música mesmo assim. Segunda reclamação: Drake diz na música Child’s Play “minha cidade me ama como um college running back“, que é uma posição popular do futebol americano. Mas os canadenses dizem que essa ostentação de amor não é tão verídica assim.

Quando eu estive lá, no meu intercâmbio, em uma das aulas, tínhamos que escolher uma música e falar sobre ela – gênero musical, quem canta, sobre o que fala, etc. Com isso, Acabamos falando um pouco sobre música canadense. (Justin Bieber também é de lá, sabiam?) Então foi perguntado sobre esses artistas canadenses que ninguém sabe que são de lá, e o que o meu professor respondeu foi: “todos os artistas que nasceram aqui no Canadá, quando buscam a fama, deixam o país e vão morar nos Estados Unidos. E nós, por orgulho, deixamos de considerá-los canadenses. Eles saem daqui e nós passamos a ignorá-los. É uma relação bem madura (risos).”

Obs: Drake mora em LA agora.

Entretanto, para muitos está sendo super legal receber essa atenção do mundo, como em uma declaração que vi no dia do lançamento do álbum, “it’s such a great time to be from Toronto” (“é um ótimo momento para ser de Toronto”). Eu concordo. Pra visitar também serve! Haha <3

Foto 10-05-16 08 41 25

Drake postou na sua conta no Instagram: 1 milhão vendidos na primeira semana!

Para ter acesso ao álbum no iTunes, clique aqui.

Beijo da Bel.

Isabel Costa

O (eu) implícito do "venho por meio deste".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *