Oceanário de Lisboa

img_8146

Oi, gente!

Agora com a notícia da abertura de um aquário no Rio, eu não poderia deixar de mostrar pra vocês um pouquinho de um outro que eu visitei há pouco tempo.

Esse é o Oceanário de Lisboa, localizado na Esplanada Dom Carlos I, sem número, no Parque das Nações em Lisboa, Portugal. Ele fica aberto todos os dias, de 10 às 19h, com última entrada às 18h.

img_0070

Exterior

Você pode comprar o bilhete online por aqui ou pode comprar na hora enfrentando uma filinha. Lá, há duas opções: o caixa eletrônico e os guichês de atendimento.

Lembre-se sempre de perguntar se há promoção para estudante. O ingresso é bem carinho (custa 17€ pra exposição permanente + exposição temporária ou 14€ só para a permanente) e eu paguei inteira porque esqueci de falar que era estudante ??.

O mesmo vale para idosos, crianças e famílias. Todos possuem descontos, sendo grátis apenas para crianças de até 4 anos de idade.

img_8149

Assim que você adentra o local, você passa por uma passarela com placas informativas sobre a vida nos oceanos, sobre a ação do homem nesse ecossistema e problemas enfrentados. Achei essa parte super importante.

Tinha uma que dizia “você está aqui. Esta é a sua casa”. Então cuide do mundo em que você vive 🙂

Agora vou começar a minha seleção de partes mais legais do aquário!

Assim que começa você já se depara com um imenso espaço, que é o tanque central, cheio de espécies marinhas diferentes.

img_0071

O que mais me chamou a atenção foi o Peixe Lua, que é o maior e mais pesado peixe ósseo do mundo, podendo chegar a 900kg e 6 metros de comprimento.

Nesse grande tanque, também fiquei surpresa ao ver cardumes se locomovendo, os peixinhos todos juntinhos.

img_0073

Depois, fiquei meia hora parada na frente dessas água vivas que estavam brilhando enquanto se movimentavam no tanque escuro <3

img_0074

Um dos meus preferidos: os pinguins. Um deles, o mais velho e gordo, ficava do lado do funcionário do aquário que foi alimentá-los, tentando roubar os peixes da mão dele e do balde. Eles são tão fofinhos!

img_0075

Cavalos marinhos estavam bem difíceis de enxergar, mas consegui tirar foto de um nesse ambiente lindo com as algas todas vermelhinhas.

img_0076

Tubarões claro que sempre chamavam a atenção quando passavam nadando pertinho do vidro. Eles oferecem, inclusive, uma noite especial chamada “Dormindo com os Tubarões”. Famílias e excursões escolares podem fechar uma noite para dormir em frente ao tanque dos tubarões e aprender mais sobre eles, por um custo de 50 a 60€.

img_0077

Os melhores do dia para mim: as lontras. O aquário abriga um casal super fofo que fica escondido para surpreender os passantes surgindo do nada e nadando graciosamente. No final do passeio você sai numa loja destinada a produtos do aquário, e morri de vontade de comprar uma lontrinha de pelúcia!

img_0079

Mais um hipnotizante! P&b versus cores, e eu fiquei observando os dois por um tempão.

img_0080

Vê se eu aguento essa Estrela do Mar grudada no vidro??? Ela e esses polvos escolhiam um lugar e ficavam ali o dia todo, grudadinhos.

img_0081

Anêmonaaaas!!! Só penso no Procurando Nemo e Dory <3

img_0082

Uns surgem do “teto” e outros do “chão”. Cobrinhas interessantes essas!

img_0083

E esses últimos são os mais esquisitos pra mim. O primeiro parecia até um dinossauro colocando a cabeça pra fora do buraco e abrindo e fechando a boca. E os outros dois pareciam amigos inseparáveis, nadando juntos no aquário.

Obs: migos, eu não sou bióloga ou oceanógrafa nem nada disso. Só tô compartilhando um pouco de um dos meus passeios preferidos enquanto estava em Portugal. Se alguma informação estiver errada, sintam-se livres para me corrigir!

Saindo da exposição permanente, quem comprou as duas exposições pode subir para a temporária: “Florestas Submersas”.

img_8179

Para facilitar o planejamento de quem está indo visitar esse lugar, eu gastei pouco mais de 3 horas para ver tudo.

E agora já quero conhecer o AquaRio, que inaugurou quarta-feira passada aqui no Rio de Janeiro, na Gambôa! Quem mais está ansioso para ir? E quem já foi?

Contem nos comentários!

img_0008

Isabel Costa

O (eu) implícito do "venho por meio deste".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *