The Dickens Inn

Continuando a vibe posts sobre comida, vai aqui mais um indicação de restaurante: o The Dickens Inn. Ele fica literalmente escondido em Londres. A sua localização é St. Katherine’s Way, dentro do St. Katherine Docks — a marina da cidade.

Ali ficam as docas comerciais que serviam Londres, no lado norte do Rio Tâmisa. O jeito mais fácil de achar é saindo da Torre de Londres: você já dá de cara com a entrada, entre a torre e a Tower Bridge.

Entradinha discreta à esquerda.

Passear lá dentro com o sol se pondo já é um charme, com todas as luzinhas sendo acesas. No dia que eu fui, não tinha quase nada aberto (não sei o motivo ao certo). Mas tem várias lojas, galerias de arte, restaurantes, pizzarias, cafés…

No canto da direita dá pra ver uma Starbucks de arquitetura romana, branquinha com pilastras. Super diferente.

E o melhor restaurante do lugar, o qual eu escolhi para jantarmos nesse dia, é o The Dickens Inn. Dá para vê-lo de longe. É o maior de todos, com muitas luzes, uma graça!

Ele é um lugar bem especial, “pra todos os gostos”. No primeiro andar fica o pub, o espaço mais animado, para sentar com os amigos e beber comendo petiscos. Estava cheio de jovens.

Estão vendo uma imagem de Charles Dickens na parede? Esse Inn foi inaugurado em 1976 pelo próprio neto do autor, Cedric Charles Dickens, em homenagem ao avô.

Não ficamos no andar do pub, pois como o meu estômago sempre fala mais alto, os outros andares me chamaram mais atenção. O segundo andar era destinado somente a massas; e o terceiro, a grill.

O grupo escolheu o último andar. A vista era linda e quando chegamos estava vazio.

(Obs pra minha cara de “hehehe comida” na foto da janela kkkkk. Parece aquele meme “o que você está pensando?” “Nada”, e um monte de comida no balãozinho de pensamento)

Mesmo estando vazio, a comida demorou bastante pra chegar. Quando eu ia reclamar, trouxeram o prato. Mas tudo estava muito gostoso. A minha escolha foi um frango com salada e batata frita, e de sobremesa, cheesecake de limão.

O prato foi £14.99 sem bebida, mas o melhor que eu comi lá foi o pão de alho de entrada. Só £5.50 por essa maravilha no pão ciabatta. Mais “gordinho” que o normal, parecia até uma pizza! Foi indicação da própria garçonete que atendeu a gente (veja o menu no site).

Eu falo das comidas e dá vontade de voltar só pra comer tudo de novo! Hahaha e vocês, se interessariam pelo restaurante?

Isabel Costa

O (eu) implícito do "venho por meio deste".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *