Incêndios em Portugal

No meio do ano passado, quando eu estava passando as férias com a minha família portuguesa, o país inteiro estava em festa: Portugal tinha acabado de ser o campeão da Eurocopa pela primeira vez.

Qualquer esquina vendia essas faixas comemorativas do título, e eu garanti a minha de lembrança 🙂

Entretanto, a alegria e euforia foi logo substituída por uma grande tristeza. Naquele verão, ocorreram mais de 500 incêndios pelo território português.

O país clamava por ajuda. 90% dos bombeiros estava trabalhando voluntariamente, enquanto que os outros 10% ganhava praticamente um salário mínimo… Não havia condições de conter todos aqueles incêndios ativos.

Foto retirada do perfil do Instagram @toplisbonphoto

Ao contrário do que muitos achavam, isso não foi resultado de um ataque terrorista ou fruto de ação criminosa. O fogo se originou mesmo do calor, queimando várias áreas florestais e se espalhando pelas cidadelas próximas.

Na época, eu fiz uma roadtrip com a minha família, subindo de Lisboa até o Norte de Portugal e parando em algumas cidades. Quanto mais ao Norte, mais podíamos ver áreas verdes acometidas pelo fogo. O sol e a lua ficaram vermelhos por dias por causa da fumaça e algumas regiões ficaram completamente cobertas por cinzas.

Aqui vai um vídeo que eu fiz do caminho (Agosto/2016):

Um dos pontos finais da viagem de carro eram os Passadiços do Paiva: um lugar lindo, onde você passa por uma escadaria de madeira para chegar à base das grandes rochas e à beira do rio.

Essa área era cheia de árvores, e depois ficou quase toda queimada, sobrando poucos focos de verde. Além disso, as escadas, também foram atingidas, foram interditadas 🙁

E não para por aí. Tive que desistir dos meus planos de passar um final de semana na Ilha da Madeira. O aeroporto da ilha fechou devido a fumaça e várias casas locais foram destruídas.

Pelo menos essa localidade teve um anjo da guarda: Cristiano Ronaldo (jogador de futebol), nascido no arquipélago português, fez doações para as vítimas e ofereceu ajuda financeira para as autoridades regionais reerguerem o local. Além de ídolo de Portugal, passou a ser o meu também ❤️

Imagens de hoje

Como se não bastasse toda essa tragédia ano passado, os incêndios se repetiram agora no início do verão de 2017. Já são 62 mortos (esse número pode aumentar) e mais de 50 feridos em estrada tomada pelo fogo na região central do país, entre Figueiro dos Vinhos e Castanheira da Pera.

As vítimas morreram pela inalação da fumaça ou carbonizadas dentro dos carros cercados pelo fogo. Já dizem que está sendo muito pior que o que ocorreu no ano passado. ?

O post de hoje é em homenagem aos meus familiares que estão entristecidos em ver, mais uma vez, a sua terrinha ser devastada. Vamos enviar toda a energia positiva que pudermos para Portugal hoje. #PrayForPortugal

Isabel Costa

O (eu) implícito do "venho por meio deste".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *